08 - Seleção, de Augusto Frederico Schmidt

Poemas Brasileiros

Grandes Poemas Brasileiros
Aula 08 - 22.04.2013

Grupo de Literatura Landmark
 
Discussão e comentários acerca de dois poemas de Augusto Frederico Schmidt:

VAZIO (1933)

A poesia fugiu do mundo.


O amor fugiu do mundo —


Restam somente as casas,


Os bondes, os automóveis, as pessoas,


Os fios telegráficos estendidos,


No céu os anúncios luminosos.



A poesia fugiu do mundo.


O amor fugiu do mundo —


Restam somente os homens,


Pequeninos, apressados, egoístas e inúteis.


Resta a vida que é preciso viver.


Resta a volúpia que é preciso matar.


Resta a necessidade de poesia, que é preciso contentar.

DESTINO (1940)

Onde estão as que sorriam

E eram como rosas mal nascidas?

Onde estão as que eram brancas e puras

Como as águas que descem das altas pedras
No fechado coração da alma?

Onde estão as que eram belas,
As que tinham nos olhos o brilho das estrelas?
Onde estão as que cantavam e tinham sinos e flores
Na voz da aurora?

Onde estão as que dançavam e eram leves
Como flores que o vento estremece e desfolha?
Onde estão as que traziam nos cântaros
A água viva das fontes?

Onde estão as que enchiam o escuro mundo
De um sorriso de graça e de alegria?
Onde estão as que traziam nos longos cabelos negros
O pequeno coração vermelho de uma flor?

Estão, meu Deus, escondidas — longe,
Onde se encontram as raízes das tuas grandes árvores.
Estão escondidas longe, desfolhadas na úmida noite.

Material deste curso: Acesse

 

You need Flash Player 9 or later installed to play this streamingvideo
You need Flash Player 9 or later installed to play this streamingvideo

DOWNLOAD

Vídeo

Áudio