06 - Seleção de Murilo Mendes

Poemas Brasileiros

Grandes Poemas Brasileiros
Aula 06 - 25.03.2013

Grupo de Literatura Landmark
 
Discussão e comentários acerca de dois poemas de Murilo Mendes:

O HOMEM, A LUTA, A ETERNIDADE
(Poemas de Poemas)

Adivinho nos planos da consciência
dois arcanjos lutando com esferas e pensamentos
mundo de planetas em fogo
vertigem
desequilíbrio de forças,
matéria em convulsão ardendo pra se definir.
Ó alma que não conhece todas as suas possibilidades,
o mundo ainda é pequeno pra te encher.
Abala as colunas da realidade,
desperta os ritmos que estão dormindo.
À guerra! Olha os arcanjos se esfacelando!

Um dia a morte devolverá meu corpo,
minha cabeça devolverá meus pensamentos ruins
meus olhos verão a luz da perfeição
e não haverá mais tempo.

O IMPENITENTE
(A Poesia em Pânico)

Quem me consolará no mundo vão?
Homens, tenho convosco a relação da forma.
Nuvem sólida, rosa virginal, água branca
E tu, antiga sinfonia aérea,
Pertenceis ao anjo, não a mim.
Eu digo ao pecado: Tu és meu pai.
Eu digo à podridão: Tu és minha irmã.
A presença real do demônio
É meu pão de vida cotidiano:
Minha alma comprime a aleluia gloriosa.

Hóstias puras,
Inutilmente vos ergueis sobre mim.

Material deste curso: Acesse

 

You need Flash Player 9 or later installed to play this streamingvideo
You need Flash Player 9 or later installed to play this streamingvideo

DOWNLOAD

Vídeo

Áudio